BH: Ficus Restaurante

Acho que a vontade de conhecer o Ficus nasceu em um dia que passamos de táxi pela porta do restaurante, pouco antes de começar o Restaurant Week. A fachada do restaurante é bem charmosa, com a árvore que dá nome ao lugar guardando a sua entrada.

Como se fosse o destino, quando saíram os cardápios do evento, o que mais nos chamou a atenção e despertou o nosso desejo (e estômago) foi justamente o de lá, mas acabamos não conseguindo ir nas semanas seguintes. Nossa sorte foi que vimos no Facebook que eles estenderam o evento por mais uns dias, e aproveitamos uma noite de sábado para ir lá.

A decoração do restaurante é simples, mas muito elegante. Um ótimo lugar para um jantar romântico.

Um breve parênteses: quem leu a seção sobre quem somos já percebeu o nosso amor por suco fermentado de cevada. Enfim, sempre que pegamos um cardápio, a primeira coisa que buscamos é uma cerveja para começarmos os trabalhos. Enquanto a maioria dos restaurantes serve, apenas, Heineken e Stella (boas, mas sem graça), no Ficus é possível beber uma Erdinger Weissbier (cerveja alemã de trigo: amor em estado líquido). É decepcionante ver como a maioria dos restaurantes investe em uma boa carta de vinhos, mas não apresentam nenhuma cerveja especial. Ponto pro Ficus!

O atendimento foi mediano. Embora tenhamos ido em um sábado de RW prolongado, a casa não estava cheia. Ainda assim, tivemos que esperar muito até alguém nos atender. Fora isso, gostamos da liberdade de não precisar escolher todas as opções do menu logo de cara.

Imagem

Entrada: Raviolone de salmão defumado ao prosecco.

Uma opção sem graça. Pouco esmero na montagem do prato, com quatro pétalas de flor que não contribuíam em nada, nem para embelezar o prato – vale lembrar que o tema da edição era Flores e Frutas, o que resultou em coisas sem sentido, como essas pétalas. Esse molho aguado também não era muito convidativo, e faltou tempero no raviolone.

Imagem

Prato principal: Medalhão de filé grelhado, arroz de provolone e presunto de parma.

Delicioso, mas, novamente, faltou cuidado na montagem do prato. Foi até decepcionante quando recebemos os nossos, pois os que víamos passando eram muito mais bonitos e maiores. Sabe como é… a grama do vizinho é sempre mais verde – ou estávamos com azar mesmo. Mas, em termos de sabor, arriscamos a dizer que foi o melhor prato que comemos durante o RW. A ideia do risoto de provolone foi bastante interessante, já que sempre pensamos em outros queijos para fazer esse tipo de prato…

Imagem

Sobremesa: Chocolate Love recheado de sorvete com calda quente.

Melhor sobremesa do RW!!! Quem não ama um bolinho quente com sorvete? As amêndoas deram um toque especial, adicionando sabor e crocância à sobremesa. Destaque, também, para os dois pedaços de brownie, na base e acima do sorvete, que tinham um sabor extraordinário de chocolate.

Enfim, o Ficus é, definitivamente, um restaurante que vale a visita e que queremos voltar.

Pra quem perdeu a oportunidade de ir no RW, a casa tem um “Menu combinado Pret a Porter”, com entrada, prato principal e sobremesa por R$54,90, servido de terça a quinta e aos sábados. O cardápio pode ser conferido na página do Facebook.

Ficus Restaurante – Rua Felipe dos Santos, 162, Lourdes – (31) 3225.4007.

Anúncios

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s