Receita: Medalhão de Alcatra com Nhoque ao Molho de Funghi Secchi

Domingo, resolvemos fazer um jantar especial, mas cujo preparo fosse simples, pois tivemos um dia cheio.

Imagem

Ingredientes:

50g de funghi secchi chileno

300g de nhoque (usamos massa pronta, pois não tínhamos tempo para fazer no dia – shame on us)

200ml de creme de leite fresco

1/2 cebola picada

Queijo parmesão ralado

2 medalhões de alcatra (cerca de 150g cada)

Sal, noz moscada e pimenta do reino a gosto

Azeite

Modo de preparo:

Primeiramente, é necessário hidratar o funghi secchi em água por cerca de 30 minutos (deixamos hidratando enquanto preparávamos a carne; caso esteja com mais pressa, hidrate em água quente por 5min). É importante não jogar a água fora, pois ela será usada no molho. Se o cogumelo estiver com terra, dê uma lavada antes de hidratar, para não sujar a água.

Quanto à carne, enfrentamos um problema: não encontramos pedaços de medalhão já cortados (já que o tempo era pouco, queríamos praticidade). Como a ideia era carne alta e rosada por dentro, optamos por comprar uma peça de 1,1 kg de miolo de alcatra e nós mesmos cortarmos o medalhão no tamanho desejado.

Não nos entendam mal, escrevemos em um blog de gastronomia, mas o nosso conhecimento culinário é (eufemisticamente) limitado. Tivemos que assistir a alguns vídeos para entender os cortes corretos da alcatra e como obtê-los. Essa parte foi bem interessante, não sabíamos da variedade de cortes possíveis. Para aqueles que ignoram a composição de nosso delicioso amigo ruminante, como nós há pouco tempo, a alcatra é composta de três cortes: picanha, miolo de alcatra e maminha. Por sua vez, o miolo pode ser dividido em steak do açougueiro (tender-steak), baby beef e olho de alcatra. Obviamente, essas classificações possuem diversas variações (bombom de alcatra, entre outros cortes).

Enfim, incorporamos o Bassi e o Wessel, e partimos pra cima da carne. Retiramos a gordura e os nervos e cortamos quatro belíssimos e monumentais pedaços. O resto é o arroz com feijão de sempre: temperar com sal e pimenta do reino, um fio de azeite na frigideira pré-aquecida, e colocar a carne. É preciso confessar que poucos sons são melhores do que o chiado de um pedaço de carne entrando em contato com a panela quente… talvez só a abertura de uma cerveja rivalize. Esperar a metade do medalhão mudar de cor e virá-lo. Esperar mais uns cinco minutos e desligar o fogo.

Para o preparo do molho, coloque uma colher de azeite e doure a cebola. Optamos por  picar o funghi apenas ao meio, pois queríamos pedaços grandes (caso deseje, pique em pedaços pequenos, o que pode até evitar eventuais incidentes com terra encoberta pelo cogumelo – parte traumática do jantar). Adicione o funghi picado à panela, tempere com uma pitada de sal e deixe cozinhar por alguns minutos. Em seguida, coloque a água em que hidratou o funghi e deixe cozinhar por 5 minutos. Após, acrescente o creme de leite e o queijo parmesão ralado na hora e deixe engrossar. Tempere com um pouco de noz moscada e pimenta do reino.

Quando tudo estiver quase pronto, coloque o nhoque para cozinhar em água fervente. Assim que começar a subir, retire. Gosto de misturar a massa com o molho na panela, para que incorpore o sabor.

Pronto! Receita simples e deliciosa!

Anúncios

2 respostas em “Receita: Medalhão de Alcatra com Nhoque ao Molho de Funghi Secchi

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s